Principal Áreas de atuação
Áreas de atuação

As relações entre a fauna aquática e o ambiente imediato são estudadas em cada igarapé, incluindo características da água, a estrutura do riacho (por exemplo, largura, profundidade, velocidade da correnteza) e do ambiente de entorno (cobertura vegetal, tipo de vegetação marginal, topografia).

Estes estudos em escala local são complementados por uma análise em escala regional, inicialmente concentrada na região da Amazônia Central. Nesta área as amostragens têm sido efetuadas em riachos de diferentes sistemas hidrográficos, entre eles, rios Cuieiras, Preto da Eva, Urubu, Uatumã e igarapés Tarumã e Puraquequara.

 

Mapa das áreas de atuação 2

Em destaque as drenagens onde estão sendo realizadas amostragem

 

Em uma escala ainda mais ampla, estudos estão sendo conduzidos nas principais drenagens da bacia amazônica. Neste caso, o objetivo é analisar as relações entre as características ambientais e faunísticas dos igarapés e suas características geomorfológicas, paisagísticas e históricas, bem como a conectividade entre essas bacias de drenagem.

mapa das áreas de atuação

A floresta Amazônica é recortado por uma complexa rede de riachos.